Esim - História daquele que se desviou
Login:
Password:

Forgot password Register

Article


25
História daquele que se desviou (Political)
Posted 10 years ago by
Mark Stray    
Report




Música de ambiente

Mas, afinal, o que raio significa "Mark Stray"? Porque é que eu escolhi este nome? E, quem fui eu e quem eu sou agora? A minha progressão neste jogo, devo dizer, é das mais notáveis de qualquer jogador e das mais imprevisíveis e cheias. Dentro da minha e-vida, vi muitos jogadores novos que chegaram e muitos que se foram. Vi ascensões fantásticas e quedas espectaculares. Fui rei e vadio, Poeta e peão, Autoridade e pirata. Estive por cima e por baixo imensas vezes. Fui respeitado e desprezado, temido e odiado, referenciado e vilificado. Sempre pensei em desvendar o que fui nos meus cerca de 2 anos e meio de jogo, mas apenas agora senti que o queria fazer.



O noob

Comecei a jogar e-sim no dia 65, altura esta em que não havia portugueses quase nenhuns e o que se via era uma espécie de PTO feita por taçardos, polacos, sérvios e outras nacionalidades. Havia uns portugueses que se faziam notar, exemplos particulares a serem PedroHG e Bug, mas de facto não haviam muitos da nossa língua. Para piorar as coisas, o México e o Brasil estavam a competir por quem iria ficar pelos Açores. Lembro-me de lutar. Não havia "practice battles" nem botão beserk para facilitar as coisas. Lutavas juntamente com os grandões que davam um dano que hoje em dia era irrisório. 300 mil de dano. Mas eu na altura sonhava em dar esse dano!

Em qualquer caso, um tal de Derp teve uma conversa com PedroHG, e criou um canal de IRC para que a comunidade portuguesa de e-sim se pudesse reunir. Ainda hoje este permanece como o canal utilizado pela comunidade portuguesa, e estou grato por poder assistir à criação do canal, e a lenta expansão da própria comunidade em si. Alguns de nós reunimo-nos para uma invasão à Espanha liderada pelo próprio PedroHG que, infelizmente, não correu muito bem.

Na altura, a comunidade não se dividia pelos exércitos mas sim por partidos. E após uma reunião tornei-me no porta-voz do meu partido, o Partido Democrático. Havia gente mais importante que eu no partido, particularmente o PedroHG e o ricardolin, que eram o Presidente e Vice-Presidente, respectivamente. Em qualquer caso, vi o PedroHG a ser CP, bem como o Bug, bem como outro conhecido como danielsampaio.

Em Março de 2012, ricardolin candidatou-se à Presidência. E fiquei bastante insatisfeito com o programa que ele (não) tinha e então decidi formar a minha própria equipa e programa e candidatei-me. E, surpreendentemente, ganhei as eleições. Era agora o homem mais importante de PT.



O Spectrum

A minha equipa tinha nomes sonantes, como PedroHG e emadureira, mas o meu braço direito foi danielsampaio, e nós os dois fomos a dupla que liderou Portugal nos 2 meses seguintes. O meu governo foi prosseguindo de forma natural até que decidi invadir a Espanha. Para tal, esperei que a ALPHA (a aliança em que Portugal estava naquela altura) estivesse preparada para nos ajudar, e joguei a SAS contra a Espanha. Foi a partir do sucesso em conquistar a Espanha que Portugal começou a ser um país preferivelmente expansionista. Em relação ao meu mandato, o jogador soka chegou a dizer mais tarde que eu fui o último dos "4 reis" de Portugal (juntamente com PedroHG, Bug e danielsampaio), e neste momento, sou de facto o último jogador activo destes 4.

Imediatamente depois do meu mandato de CP ter acabado, permaneci no Governo seguinte governado por danielsampaio como MoD, embora eu essencialmente fosse o braço direito dele apesar de emadureira ter sido o Vice-Presidente. Também durante esta altura, tornei-me no primeiro GO português. Parecia que, independentemente do que podia acontecer, era sempre eu que estava no topo.

Contudo, a minha ascensão rapidíssima vinda do nada transformou-se numa queda súbita. Poucos dias após ter sido GO, chamei um brasileiro, um tal de Julius Big Man, de político de m*rda enquanto estava a cumprir os meus deveres de GO. Ele publicou o seu caso num artigo que na altura foi o mais votado e visto no mundo. Tal caso causou um escândalo e, devido a isso, fui expulso sem cerimónias do meu cargo de GO. Mudei-me para o Brasil à procura de vingança. Na altura, mudar de nacionalidade era algo muito mal visto em Portugal, e por isso a minha popularidade foi pelo cano abaixo. Quando quis voltar, não me permitiram (embora a razão para tal pode ter sido para impedir de me candidatar).

Em qualquer caso, a certa altura, depois de ter voltado a PT, Junho ou Julho, mais nomeadamente, estava sem MU. Podia-me ter juntado à BW, mas decidi tar tudo o que tinha à recém-criada Pinguim FLU. E em termos de tempo contínuo, hoje posso dizer que sou o jogador que está há mais tempo na Pinguim FLU. E é exclusivamente por amor à camisola que sempre me mantive lá.

Assisti a criação da aliança OMEGA e fui o vice-Secretary General da OMEGA. Contudo, nos mês seguinte à criação, um tal de Absolut, a meio da tensão criada dentro de PT, disse que eu era um espião americano, no qual a HQ acreditou. E, sem qualquer tipo de cerimónia, fui banido da aliança.

Passado alguns meses, com o Karnivurus a CP, a BW liderada por BUG fez PTO ao Congresso. Karnivurus fez impeach a si próprio, o TarnakPT abandonou a BW e com outros formou a Anonymous, e uma guerra civil começou. a BW sozinha enfrentou a Pinguim FLU e a Anonymous. E ganhou. Contudo, a vitória teve um preço a pagar. O Bug foi banido por alegadamente ter roubado a Org (apesar de mais tarde se ter provado que não roubou a Org). A BW acabaria por ser liderada por hedinho.



O Solo King

Viajei outra vez, estive no Reino Unido, na Espanha, e depois fui para a Colombia onde fui ajudar a Pinguim FLU a fazer de contrabalanço aos sérvios e aos búlgaros presentes no país. Eventualmente, a Pinguim FLU acabou por fazer PTO quando nos esquecemos de planear as eleições do Congresso. Abrimos uma guerra civil no qual ganhámos com bastante facilidade. Contudo, isso causou a ira dos próprios colombianos (aqueles que não eram sérvios... ou portugueses). Durante os meses seguintes em que estive na colombia, a Pinguim FLU passou por sérios problemas a tentar manter o controlo do país.

Entretanto, voltei a ser GO. Desta vez não fui expulso do meu cargo; aliás, fiz parte do Staff durante vários meses. Regressei a Portugal, com a intenção de me candidatar ao cargo de CP. A minha candidatura implicou que eu já não seria mais GO, pelo menos durante o mês em que seria CP. E de facto, desde então, nunca mais voltei a ser moderador. Em Maio de 2013, fui eleito CP sem qualquer oposição. Haviam vários jogadores que estavam a pensar em candidatarem-se mas todos se afastaram dessa intenção. Era outra vez CP de Portugal.

Como plano geral para o meu mandato, entrei no jogo diplomático. Desde o Tratado de paz entre Brasil e PT que os Estados Unidos eram a grande potência regional e eu tinha intenções de acabar com isso. Por começar, travei qualquer possibilidade de expansão dos EUA nas Américas garantindo a independência de vários países no continente, joguei a França contra os Estados Unidos e decidi invadir os Americanos através da Irlanda. Contudo, essa manobra provocou a ira dos lituanos que imediatamente lutaram pela Irlanda. Apesar de tudo, consegui causar pressão suficiente aos EUA para que estes acabassem a guerra com o México.

Entretanto, no fim do meu mandato, enquanto Portugal lutava contra os Estados Unidos, houve um roubo na Org por parte de SouthPeter98. Este fazia parte da minha equipa de Governo (como estagiário, se não me engano) e foi dispensado dos seus serviços porque não trabalhava. O SGO essex acabou por conseguir trazer de volta tudo o que foi roubado.



O Old-Fag

Fui de férias. Passei a 2-clicks e desde então, limito-me a fazer aparências esporádicas pelo IRC e pelo jogo, às vezes deixo uns palpites e outras simplesmente estou no gozo. Ultimamente, tentei construir algo empresarial, mas perdi a motivação e vendi as minhas empresas. E, ainda ontem, decidi fazer uma candidatura de gozo ao cargo de CP. E em relação às eleições, apenas posso perguntar: como é que eu consegui 25 votos com uma candidatura de gozo?



A Lenda

A palavra "Stray" significa "devanear" em Português. Uma pessoa que seja um "stray" é alguém sem um caminho coerente como o meu. É alguém que não toma um caminho comum. A personagem "Mark Stray" é uma que sempre escolheu ter um caminho diferente. Podia ter-me tornado CP trabalhando por dentro do Governo e subindo aos poucos na hierarquia, mas não fiz. Podia ter escolhido não ir para o Brasil quando ninguém queria que eu fosse, mas o fiz. Podia ter ido para a BW quando estava sem MU como imensa gente o fez, mas escolhi dar a minha vida à Pinguim FLU. E em todas acções que cometi, tudo o que fiz e não fiz, foi porque eu quis. Nos meus 2 anos e meio de jogo, já fiz e fui absolutamente de tudo o que queria fazer e o que queria ser. Há coisas que fiz que foram erradas, mas não me arrependo de nada.

Mark Stray
The Spectrum, The Solo King, The Old-Fag, the Legend

Previous article:
Candidatura a CP (10 years ago)

Next article:
Candidatura a CP (10 years ago)

ESim
or
Register for free:
Only letters, numbers, underscore and space are allowed (A-Z,a-z,0-9,_,' ')
Show more

By clicking 'Sign Up!', you agree to the Rules and that you have read the Privacy Policy.

About the game:


USA as a world power? In E-Sim it is possible!

In E-Sim we have a huge, living world, which is a mirror copy of the Earth. Well, maybe not completely mirrored, because the balance of power in this virtual world looks a bit different than in real life. In E-Sim, USA does not have to be a world superpower, It can be efficiently managed as a much smaller country that has entrepreneurial citizens that support it's foundation. Everything depends on the players themselves and how they decide to shape the political map of the game.

Work for the good of your country and see it rise to an empire.

Activities in this game are divided into several modules. First is the economy as a citizen in a country of your choice you must work to earn money, which you will get to spend for example, on food or purchase of weapons which are critical for your progress as a fighter. You will work in either private companies which are owned by players or government companies which are owned by the state. After progressing in the game you will finally get the opportunity to set up your own business and hire other players. If it prospers, we can even change it into a joint-stock company and enter the stock market and get even more money in this way.


In E-Sim, international wars are nothing out of the ordinary.

"E-Sim is one of the most unique browser games out there"

Become an influential politician.

The second module is a politics. Just like in real life politics in E-Sim are an extremely powerful tool that can be used for your own purposes. From time to time there are elections in the game in which you will not only vote, but also have the ability to run for the head of the party you're in. You can also apply for congress, where once elected you will be given the right to vote on laws proposed by your fellow congress members or your president and propose laws yourself. Voting on laws is important for your country as it can shape the lives of those around you. You can also try to become the head of a given party, and even take part in presidential elections and decide on the shape of the foreign policy of a given state (for example, who to declare war on). Career in politics is obviously not easy and in order to succeed in it, you have to have a good plan and compete for the votes of voters.


You can go bankrupt or become a rich man while playing the stock market.

The international war.

The last and probably the most important module is military. In E-Sim, countries are constantly fighting each other for control over territories which in return grant them access to more valuable raw materials. For this purpose, they form alliances, they fight international wars, but they also have to deal with, for example, uprisings in conquered countries or civil wars, which may explode on their territory. You can also take part in these clashes, although you are also given the opportunity to lead a life as a pacifist who focuses on other activities in the game (for example, running a successful newspaper or selling products).


At the auction you can sell or buy your dream inventory.

E-Sim is a unique browser game. It's creators ensured realistic representation of the mechanisms present in the real world and gave all power to the players who shape the image of the virtual Earth according to their own. So come and join them and help your country achieve its full potential.


Invest, produce and sell - be an entrepreneur in E-Sim.


Take part in numerous events for the E-Sim community.


forum | Terms of Service | Privacy policy | Support | Wikia | Alpha | Luxia | Primera | Secura | Suna | Elysia | Xena | esim political game
PLAY ON